Os demonstradores presentes na reunião. Foto: Sargento Ribeiro.

No último dia 17 de Março a ACRO esteve presente na Academia da Força Aérea em Pirassununga-SP para a primeira reunião com os demonstradores de shows aéreos do Brasil. A reunião serviu para levantamento de ideias acerca de como os shows aéreos podem ser conduzidos futuramente, inclusive seguindo padrões internacionais como o ICAS (International Council of Air Shows) que controla as demonstrações no Canadá e Estados Unidos.
Tendo sido iniciado o fomento aos shows aéreos no ASA Brasil em Novembro e Dezembro de 2016, o encontro desse ano trouxe novamente à tona as necessidades e requisitos de um show aéreo, englobando várias áreas da aviação, desde os trâmites administrativos até às demonstrações acrobáticas.

Justamente em decorrência da grande abrangência de um show aéreo, estiveram presentes, além da anfitriã Esquadrilha da Fumaça (EDA) e a ACRO, as entidades CBA (Comitê Brasileiro de Acrobacia e Competição Aérea), CAB (Confederação de Aerodesporto Brasileiro), Esquadrilha CEU, Esquadrilha Extreme, IBAS (International Brazil Air Show) e a ABUL (Associação Brasileira de Ultraleves).

Como um dos temas principais, foi discutida a criação de um órgão semelhante ao ICAS aqui no Brasil, ou até mesmo um chapter dele aqui, a fim de regulamentar as demonstrações, os demonstradores e todo o modus operandi dos shows aéreos. Enquanto tal órgão não é criado, no aguardo de mais definições e conversas, a CAB será entidade que manterá contato com o ICAS e passará o status para as outras entidades relacionadas.

Na visão da ACRO, os shows aéreos são tão importantes quanto qualquer outra atividade aérea, pois, através deles, o público entra em contato com as aeronaves, com a aviação geral, em especial a acrobática e pode entender como ela funciona. Além do fato de poder conhecer o processo de um piloto até se tornar um demonstrador e/ou competidor. Muitos dos praticantes de acrobacia atualmente (inclusive membros da ACRO) tiveram como incentivo os próprios shows aéreos para ingressar na carreira.

No próximo dia 30, durante o IBAS no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) no Rio de Janeiro, será realizada mais uma reunião com as mesmas entidades demonstradoras e a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil).

Para maiores informações, leia a matéria também da Fumaça no link:

http://www2.fab.mil.br/eda/index.php/2014-12-11-17-51-57/1031-primeira-reuniao-com-demonstradores-e-organizadores-de-show-aereo-acontece-no-hangar-da-esquadrilha-da-fumaca