ACRO_CAB_CGH

A Associação Brasileira de Acrobacia Aérea esteve presente na primeira reunião da CAB (Comissão do Aerodesporto Brasileiro) sob a presidência de Marina Posch Kalousdian, realizado em Julho, no Aeroporto de Congonhas em São Paulo.

A reunião teve uma extensa pauta, mais focada na prestação de contas e esclarecimentos acerca da gestão anterior. Alguns outros assuntos pertinentes às associações e confederações presentes também foram abordados.

Evento onde tivemos a oportunidade de conhecer os presidentes das demais entidades aerodesportivas no país e um pouco mais das outras culturas e objetivos para os próximos anos. Estiveram presentes além da ACRO, representando a Acrobacia Aérea no Brasil, a ABUL (Associação Brasileira de Ultraleves), CBPq (Confederação Brasileira de Paraquedismo), FBVV (Federação Brasileira de Voo a Vela), COBRA (Confederação Brasileira de Aeromodelismo), ABRAEX (Associação Brasileira de Aviação Experimental), CBVL (Confederação Brasileira de Voo Livre) e ABPM (Associação Brasileira de Paramotor).

”Participação muito importante de nossa Associação, para conhecer as demais entidades, como elas se organizam, seus objetivos, seus trabalhos e seus projetos. Dessa maneira podemos agregar experiências e novas ideias para futuros eventos nossos também. A interação entre as associações é de suma importância para o fortalecimento e disseminação da aviação no Brasil, que tem muito potencial.” – Murilo Rovina

Periodicamente, a CAB convoca os presidentes e representantes de suas entidades afiliadas para a discussão interna de seu status, e do status de cada entidade-membra. Também é discutida a situação do aerodesporto no Brasil, realização de eventos durante o ano e como estão sendo vistas as entidades perante à FAI e suas respectivas participações no exterior.

”Sem sombra de dúvidas estamos indo muito bem, aqui o trabalho é árduo para reorganizar nossa associação, compartilhando experiências com as demais. Estamos no caminho certo para manter o nome da ACRO e fortalecê-lo cada vez mais. A nossa Associação historicamente foi uma das fundadoras da CAB e desde então luta pela acrobacia aérea no país e por sua representatividade perante aos órgãos mundiais. Acredito que dividindo experiências e agregando parcerias, conseguiremos ir muito mais longe”- Jorge Rodrigues

ACRO_CAB_CGH_2

A Associação Brasileira de Acrobacia Aérea agradece e reitera também o apoio às demais entidades, e à CAB, da qual somos membros ativos desde sua fundação, em meados dos anos 90.